Antônio Carlos Senefonte, mais conhecido como Kid Vinil, morreu na tarde desta sexta-feira, dia 19 de maio em São Paulo.

O músico estava internado há mais de um mês, após sofrer uma parada cardíaca no dia 16 de abril em um show que participava com outros grandes nomes da década de oitenta, como Kiko Zambianchi e Ritchie, em um Clube em Conselheiro Lafaiete, região central de Minas Gerais.

O estado de saúde do artista piorou bastante e seus familiares realizaram uma campanha para arrecadar recursos financeiros, através de doações de amigos e fãs, para custear sua transferência e internação em São Paulo, qual a Rock FM chegou a apoiar e divulgar em nossa Página no Facebook. Após esta campanha, Kid foi transferido para o Hospital TotalCor, em São Paulo, via helicóptero.

Na manhã de hoje foi publicado no perfil pessoal do cantor um comunicado que o músico passava por um estado crítico de recuperação, contudo, no final desta tarde a assessoria de imprensa do Hospital, onde estava internado, confirmou a morte do cantor.

Confira o comunicado da família, antes da confirmação do falecimento:


 

Biografia

Kid Vinil ficou conhecido no início da década de oitenta como vocalista do grupo Magazine que emplacou sucessos como “Sou Boy”, “Tic Tic Nervoso” e “A gata comeu”.

Grande incentivador do movimento punk rock paulista, formou ainda na década de oitenta a banda de punk rock Verminose.

Kid vinil trabalhou ainda como VJ na MTV, apresentador dos programas Boca Livre e Som Pop, na TV Cultura, e Mocidade independente, na Rede Bandeirantes. Em 2008, lançou o “Almanaque do Rock”, que contava toda a trajetória do Rock mundial e, nos últimos anos, estava trabalhando em uma espécie de Almanaque do Rock Nacional.

Em 2015 foi biografado pelo jornalista Ricardo Gozzi (Kid Vinil – Um Herói do Brasil). Atualmente era radialista.

Qual sua opinião? Comente aqui esta notícia:

Comentário(s)